Aniversário sem festa – Cordel de Marcos Mairton

Aniversário sem festa – Cordel de Marcos Mairton

Neste ano em que completo 50 de idade, resolvi registrar a data contando, em cordel, passagem verdadeira da minha vida e da minha família, relacionada a festas de aniversário. Claro que melhorando um ponto ou outro da história, pois não existe Cordel sem fantasia, nem fantasia que não caiba em um Cordel. Na foto, este cordelista, acompanhado dos personagens da história:…
Concurso Nacional Novos Poetas 2016

Concurso Nacional Novos Poetas 2016

Atendendo pedido de Isaac Almeida, da Vivara Editora Nacional, divulgamos o Concurso Nacional Novos Poetas. Prêmio CNNP 2016. As inscrições estão abertas. Podem participar do concurso todos os brasileiros natos ou naturalizados, maiores de 16 anos. Cada candidato pode inscrever-se com até dois poemas de sua autoria, com texto em língua portuguesa. O tema é livre, assim como o gênero lírico…
Dia dos Pais, por Marconi Araújo

Dia dos Pais, por Marconi Araújo

(I) Ser pai é ser companheiro Das horas ditas tão certas Também nas horas incertas Um vigilante escudeiro Presente, fiel, guerreiro Ser que protege e liberta Sobre o mal seu filho alerta Visando compreender O bem que se quer colher Com a porta sempre aberta! (II) Ser pai é ter consciência Do despertar da ternura Em que se busca a…
Dia do Estudante, por Marconi Araújo

Dia do Estudante, por Marconi Araújo

Avante, ser cintilante Avança, vem triunfar! (I) Quem é que estuda, é aluno Curte frequência escolar Aprende até se esbaldar Aquele assunto oportuno? Este ser raro e tão uno É gente espetacular Ah, considero exemplar Que verdade retumbante Avante, ser cintilante Avança, vem triunfar! (II) Aluno vem do latim Deriva de “alimentar” Feito discípulo de um mar De imensidade sem…
Thiago de Mello – 90 anos

Thiago de Mello – 90 anos

Hoje, 30 de março de 2016, o poeta Thiago de Mello completa 90 anos de idade. Já tem um tempo que escrevi esses versos em sua homenagem, incentivado por Flávio Martins, editor de alguns de meus livros. A ideia inicial era publicá-los em um livro sobre o poeta, mas fixei a data de hoje como limite: se o livro não…
O Nascimento de Jesus – Dalinha Catunda

O Nascimento de Jesus – Dalinha Catunda

1 A narrativa que faço Não é minha invenção Pra contar já me benzi E fiz minha oração Peço a Deus discernimento Pra falar do nascimento De quem trouxe a salvação 2 Nas linhas de cada verso Cumprirei o meu papel Seguindo sempre a risca O tema desse cordel A vinda do Deus menino Sua saga seu destino Prometendo ser…
Botando Gás no Novembro Azul

Botando Gás no Novembro Azul

Foi através da Internet que vários poetas fizeram versos sobre o tema do "Novembro Azul". Tomei conhecimento do movimento pela coluna "Eu acho é pouco!", da poeta Dalinha Catunda, no Jornal da Besta Fubana. Uma estrofe de Ismael Gaião, outra de Dalinha. E logo outros poetas começaram a se ajuntar. Também mandei os meus. Depois, Dalinha organizou tudo. E o…
Quixadá, minha musa, minha paixão!

Quixadá, minha musa, minha paixão!

Quase não dormi. Num pastorear infindo da inquietude, esperei que a noite se fosse para o sol clarear, com intensidade, minha querida, e bela Quixadá, no dia de seu aniversário. Após tanta expectativa; depois de repassar muito do que as retinas fotografaram em mais de meio século de amor a esta terra, ao amanhecer, fiquei estático, sem saber como fazer…
Vicença Sofia ou O Castigo de Mãe – Patativa do Assaré

Vicença Sofia ou O Castigo de Mãe – Patativa do Assaré

Esse cordel chegou aqui pelas mãos do Ricardo Piau, irmão do poeta varzealegrense Mundim do Vale. É muito bom receber contribuições assim. Grato, amigo Ricardo! 1. Vô dá uma prova franca, falando pra seu doto: gente preta e gente branca, tudo é de Nosso Sinhô. Mas tem branco inconsciente, que querendo sê decente diz que o preto faz e nega,…