Turista sem dinheiro visitou Roma – Cícero do Maranhão

Turista sem dinheiro visitou Roma – Cícero do Maranhão

Sou turista contumaz Sempre com pouco dinheiro Montado no meu jumento Já passei por farofeiro Agora fui para Roma Dessa vez como romeiro Nesse cordel futurista Muito bom para leitura Mostrarei pra qualquer um Como foi minha AVENTURA: Viajar com pouca grana Mas de maneira segura Fiz um bom planejamento Pra chegar nesse lugar Levei mapa na sacola E caminhei…
Aflora a Liberdade – Dalinha Catunda

Aflora a Liberdade – Dalinha Catunda

* Já fui árvore nativa Crescendo bem natural Mas o machado da vida Em mim fez corte brutal Com sua poda inclemente Quis me fazer diferente Mas teimei em ser igual. * Por ter raízes profundas Presa a terra continuei E nos troncos decepados Ramagem nova espalhei De cada poda aplicada Saía revigorada Por isso me propaguei. * Florida reflorescida…
O Ladrão e o Político – José Augusto

O Ladrão e o Político – José Augusto

Eu cresci numa família Que dizia todo dia: – Pode andar remendado, Contudo nunca podia Andar sujo pelos cantos Essa era a filosofia. E também dizia que: – Tem um sujo que não sai Nem com água com sabão, Quarando dias não vai Ser limpo nem esquecido É o roubo, disse papai. Disso nunca esqueci. Como me lembro também De…
Viver na Roça é Assim – Carlos Aires

Viver na Roça é Assim – Carlos Aires

Às quatro e meia levanta Para cuidar da ordenha; Faz o fogo e lasca a lenha, Pra fazer almoço e janta, Vai para o roçado e planta, Feijão, milho, amendoim, Fava, batata e capim, Jerimum, alho e verdura, Pra que garanta a fartura, Viver na roça é assim. Joga milho no terreiro Para as galinhas e o galo, Bota reação…
Um país desenvolvido – Marcos Mairton

Um país desenvolvido – Marcos Mairton

Vendo hoje as notícias sobre o rebaixamento da nota do Brasil por uma agência de risco - uma dessas entidades internacionais que dizem quais são os países que merecem crédito - lembrei imediatamente de versos que escrevi em 2011. Naquela ocasião, muitos diziam que o Brasil havia chegado a um novo patamar de desenvolvimento. O país grande teria se tornado…
Poesia de Luiz Guimarães

Poesia de Luiz Guimarães

Dizem que agosto é o mês do cachorro louco. Isso me fez lembrar essa poesia de Luiz Guimarães, que não fala de um cachorro louco, mas de um cachorro feio. Não sei se o cachorro existiu, ou se era feio, mas a poesia é emocionante. HISTÓRIA D'UM CÃO Eu tive um cão. Chamava-se Veludo: Magro, asqueroso, revoltante, imundo, Para dizer…
Cordel de Cícero Bastos Melo

Cordel de Cícero Bastos Melo

Cicero Bastos Melo, conhecido como Cicero do Maranhão, nasceu em Caxias, Maranhão. Reside no Rio de Janeiro há mais de 50 anos. Contumaz frequentador (convidado), da Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC), já editou mais de vinte títulos de cordéis. Esta semana, para minha agradável surpresa, Cícero honrou este mundo cordel com a sua obra   Mote: “Há muito papo furado…
Saudoso Sertão – Dalinha Catunda

Saudoso Sertão – Dalinha Catunda

Do seu peito sertanejo Saiu um canto chorado Mais parecia um aboio Aquele canto rasgado Uma cantiga dolente Que na viola plangente Virava um triste recado. Meu amigo lhe conheço Seu nome é desilusão Já correu pelas campinas Montado em seu alazão Mas hoje o que lhe consola É dedilhar na viola A sua lamentação. A dor que bate em…
Pedido de Casamento Junino

Pedido de Casamento Junino

Em uma festa de São João, casamos de novo. Casamento de quadrilha, abençoado pelos amigos. Só não valia roteiro de noivo que tenta fugir e obrigado a casar pelo pai da noiva. Não fujo do casamento com Natália nem em festa de quadrilha - disse eu. - Em nosso roteiro, o pai dela pode ser contra, mas nós queremos casar…
ASCENDER e ACENDER

ASCENDER e ACENDER

Quem conhece o livro 100 DÚVIDAS DE PORTUGUÊS, em cordel, que escrevi em parceria com Geraldo Amancio, sabe que mostramos ali várias palavras de sonoridade parecida, que têm escrita e significados distintos. Por exemplo: INFLIGIR e INFRINGIR Como parece esse par. INFLIGIR é impor castigo, Pegar pena e aplicar. Enquanto isso, INFRINGIR Com certeza é descumprir, Transgredir, desrespeitar. INCIPIENTE, com…