Cordéis Joseenses

Cordéis Joseenses

Chegou pelo correio mais um pacote recheado de coisa boa. Dessa vez foram três livros do amigo Paulo Roxo Barja, músico, docente-pesquisador e escritor, que desde 2008 começou a produzir o que chama de Cordéis Joseenses.

A propósito, “Cordéis Joseenses” é o título do blog desse poeta que tem dedicado grande parte do seu talento para a Literatura de Cordel em prol das crianças.

É o que se vê no seu:

CORDEIS_PARA_CRIANCAS

O livro é uma coletânea que reúne cordéis que contam histórias, brincam e fazem adivinhações. Começa com uma interessante definição de Cordel. Em versos, é claro:

Cordel é uma poesia
altamente popular.
No Brasil chegou faz tempo;
no Nordeste foi morar.
Tem muita sonoridade
e dá na gente vontade
de em voz alta declamar.

Sendo curtinho e barato,
dá pra ler e pra guardar;
A leitura nos diverte
e põe a gente a pensar.
Fala de tudo que é tema:
vida, notícia, dilema
– tudo se pode contar.

Depois, vêm o conjunto de cordéis, inclsuve com as capas.

Um dos que mais gostei foi o “Cordel das Adivinhas”, que, além de fazer a pergunta, dá oportunidade para o leitor rimar. E traz versos assim:

Duas fileiras branquinhas
de soldados imponentes;
se não ficam bem limpinhos,
podem acabar doentes;
atacam mesmo a comida:
é o exército dos ____________

Se alguém acha na comida,
já tem nojo só de vê-lo;
quem não tem, sente, no frio,
lá no alto aquele gelo;
tem comprido e tem curtinho…
careca não tem _____________

 
Demais, não?!

 

 

 

1 Comments

  1. Cláudia

    Reconhecimento mais do que justo!!! O Livro Cordéis para Crianças (de todas as idades)  de Paulo Roxo Barja além de ser encantador como leitura divertida e  contemplativa,  tem um grande potencial para ser utilizado em projetos na educação. Vai como dica para  professores.  

    Abraços e parabéns pela excelente indicação.

    Cláudia

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *