Cordel de Dalinha Catunda lançado na Feira do Crato

Cordel de Dalinha Catunda lançado na Feira do Crato

1 Este canto nordestino Que sai chorado do peito É lamento não tem jeito Presente no meu destino É um canto peregrino De quem deixou o seu chão Mas guarda no coração A saudade acumulada Daquela vida levada Nas quebradas do sertão. 2 O cheirinho de alfazema A cada irmão que nascia O capão que se comia Pois era este…