A TAPIOCA EM GLOSAS DE MAURÍCIO SANTOS

A TAPIOCA EM GLOSAS DE MAURÍCIO SANTOS

Mote: Vamos comer tapioca Que é saudável e dá sustança Com o intuito de sustar O consumo de tapioca Há um ti-ti-ti de fofoca Espalhando duvida no ar Precisamos desmascarar Essa terrível lambança Do contrario ela avança E grave dano provoca Vamos comer tapioca Que é saudável e dá sustança Do litoral ao Sertão Consome-se essa iguaria Depois da academia…
Aflora a Liberdade – Dalinha Catunda

Aflora a Liberdade – Dalinha Catunda

* Já fui árvore nativa Crescendo bem natural Mas o machado da vida Em mim fez corte brutal Com sua poda inclemente Quis me fazer diferente Mas teimei em ser igual. * Por ter raízes profundas Presa a terra continuei E nos troncos decepados Ramagem nova espalhei De cada poda aplicada Saía revigorada Por isso me propaguei. * Florida reflorescida…
Onaldo Queiroga relembra Luiz Gonzaga

Onaldo Queiroga relembra Luiz Gonzaga

Também por e-mail, desta feita enviado pelo amigo e apreciador da cultura nordestina Kydelmir, recebo belo texto que relembra a partida do nosso Rei do Baião. Vale a pena apreciar. VINTE E CINCO ANOS DE SAUDADES Onaldo Queiroga onaldoqueiroga@oi.com.br Essa saudade sem fim, esse Sertão sem Luiz. O filho de Januário há vinte e cinco anos partiu. Só resta agora…
Cordel de Dalinha Catunda lançado na Feira do Crato

Cordel de Dalinha Catunda lançado na Feira do Crato

1 Este canto nordestino Que sai chorado do peito É lamento não tem jeito Presente no meu destino É um canto peregrino De quem deixou o seu chão Mas guarda no coração A saudade acumulada Daquela vida levada Nas quebradas do sertão. 2 O cheirinho de alfazema A cada irmão que nascia O capão que se comia Pois era este…